As tuas palavras são em tudo verdade desde o princípio,e cada um dos teus justos juízos dura para sempre Sl 119.160


Web Radio Gospel Da Covilha - ((( Portugal))) Sua Amiga De Todos As Horas

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

VIDA DE ORAÇÃO



Mt. 26:36-41 - Mc. 14:32-42 - Lc. 22:40-46

"... ficai aqui e velai comigo”

1- O CHAMADO
Porque este assunto para o 6º / 7º período? Quanto mais sabemos sobre as coisas do Senhor, mais precisamos buscar ao Senhor em oração.
É fundamental para nós, como obra, discernirmos e termos consciência plena do momento que nós estamos vivendo, dentro do projeto de DEUS.

Há uma convocação, há um convite da parte do SENHOR para nós para esse momento; assim como ELE escolheu Pedro e os dois filhos de Zebedeu (Tiago e João) para irem com ELE mais adiante,
para terem mais intimidade com ELE, mais comunhão,
                                                              mais experiências,
                                                              mais consciência,
                                                              assim também o SENHOR tem feito conosco.
Os outros discípulos não foram além com Jesus.
A religião, a tradição, (o evangelho que está aí fora) é um corpo doente, contaminado, mergulhado no caos do mundo à mercê da carne e do adversário. E quando a Palavra fala do mundo, fala da carne e do adversário.

Há dois males que dominaram completamente o evangelho que está aí fora, que é o CONFORMISMO (tomar a forma do mundo) e o
COMODISMO (total descompromisso c/o Senhor).  TROCARAM A ORAÇÃO PELA ORATÓRIA.
DEUS tem enviado os recursos para que estes dois males não venham a penetrar no SEU Corpo, na SUA Igreja.  Um desses recursos é a ORAÇÃO.

Enquanto o evangelho aí fora se socorre nos recursos que o mundo oferece, nas novidades que o próprio mundo coloca à disposição, para nós não existe nenhuma novidade.
Para nós existe aquilo que sempre existiu para os homens que foram chamados por DEUS: é o homem saber que ele depende do Senhor. Ele precisa depender do Senhor.
É porisso que a oração é uma bênção, é um mistério, é um segredo que a cada dia o Senhor quer desvendar em nossos corações.

- CONVITE - "VELAI COMIGO".

- o convite do Senhor Jesus a Pedro e aos filhos de Zebedeu é o seguinte:

O Senhor tem nos ensinado isso.  O Senhor tem nos ensinado que o momento que estamos vivendo é de velarmos uns pelos outros, uns com os outros - é a ORAÇÃO no CORPO.

- MOMENTO PROFÉTICO

O momento profético que Jesus vivia ali no Getsêmani se transfere para nós hoje como Obra, como Igreja fiel, que está dentro do plano de Deus.
O momento que JESUS convoca Pedro, Tiago e João, era um momento difícil; ELE iria para cruz, ia morrer, ressuscitar e ser assunto aos céus.
O momento que nós vivemos hoje é o mesmo momento. É o momento em que se aproxima o arrebatamento da Igreja; um instante, que dentro da economia de DEUS recebeu muitas profecias.

E a convocação do SENHOR para esta hora é exatamente esta: "VELAI, VIGIAI". Agora é a hora da noite. A candeia não pode se apagar.
É a oração alerta, urgente

-          O lema a partir de 1996: Foi um sinal de alerta para nós: "Vigiai pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso SENHOR ".
-          Em 1997 o SENHOR continua com a mesma mensagem ao SEU povo, é a ênfase na profecia: "O mesmo DEUS de paz vos santifique em tudo, e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso SENHOR JESUS CRISTO. (I Tes.5-23).
-          A partir de 1998, o conforto e o sustento do Senhor - Nada Me faltará” - Salmo 23:1
-          Em 1999 – “Deus proverá” – experiência de Abraão com Isaque no monte Moriá
-          Agora em 2000, a nossa responsabilidade: – “...guarda o que tens...” – Apocalipse 3:11

2 - A ORAÇÃO NO CORPO – (“Pai nosso” e não “Pai meu”)

A DEPENDÊNCIA (da vontade do Senhor)

A Obra cresceu, mas não perdeu a dependência do Senhor. Não se tornou auto-suficiente

"Velai COMIGO" é a necessidade de entender que nesta hora ninguém vai sozinho. É a necessidade de entendermos que a Obra é a seqüência de um projeto que só se realiza na nossa vida quando nós entendemos o que é corpoEsse é um dos grandes segredos que temos conhecido da parte do SENHOR. É entender o que é corpo.

É entender que às vezes estamos em situações delicadas e de provas.
A situação era difícil. A oração de JESUS foi: Meu PAI, se possível passa de MIM este cálice. (Getsêmani: Prensa do Azeite ) Mc. "Tomado de pavor e angústia "

Por que JESUS usou a expressão "Se possível"?  Porque ele sabia que havia um projeto para si, e se dentro do projeto ELE pudesse ser poupado daquele instante, ELE queria mas, ELE completa: "Todavia, não faça como EU quero mas, como tu queres".

3 - ( a oração ) SEGUNDO O PROJETO DE DEUS

Isso não é fácil! - Dizer isso é fácil. - Viver isso não é fácil!
Por quê? - Porque nós sempre queremos as coisas da nossa maneira.  A tendência do homem é essa: é pedir ao SENHOR que faça como o homem quer.

Aí está o segredo da verdadeira obediência.  A verdadeira obediência é a disposição sincera do coração do homem em se satisfazer com a vontade de DEUS para ele.

E muitas vezes dentro do programa, do projeto do SENHOR para nós estão as provas, as lutas, as dificuldades, estão as barreiras para serem vencidas.  "SENHOR, MEU PAI, não seja feito como EU quero mas, como TU queres"
Nós precisamos cada dia entender isso. "SENHOR, eu não queria assim, eu queria que fosse de outra maneira".

NÓS APRENDEMOS QUE:
A oração é transmissão de vida!  Quando?  Quando ela está dentro do projeto de DEUS!  Por isso a oração de JESUS foi: "Se possível passa de MIM este momento, todavia não seja como EU quero mas, como TU queres".

O que eu estou pedindo será bom para a Obra? “Ó SENHOR, será bom para a Obra? Ó SENHOR, será bom para a TUA Obra na minha vida? “Ó SENHOR, será bom para a TUA Obra como Corpo?” É por isso que muita coisa tem dado errado, porque não visa em primeiro lugar a Obra.
“Então, SENHOR, não seja como eu quero, mas, seja como TU queres.” E aquilo que for bom para a Obra, será bom para a minha vida também.
“Pedis, mas pedis mal...” Pedir mal é pedir fora do projeto de Deus.

3.1 - AS ANSIEDADES

Há um ensino muito profundo nas palavras de JESUS.  A tendência nesta hora é uma absorção completa do homem pelas coisas desta vida.  Há uma preocupação em muitos corações.  Há muitos pedidos.  Há muitos planos, mas é preciso entender e descobrir se esses planos nossos estão dentro do projeto do SENHOR.
Por isso o SENHOR ensinou: "Buscai primeiro o reino.... e todas as demais coisas serão acrescentadas". QUANTO MAIS ANSIEDADE, MAIS PROLONGADO O JEJUM! Não!
“Aquele que crê, não se apresse”
A realidade que se vê é outra.  As demais coisas se tornam uma grande preocupação enquanto o reino é deixado de lado, ou quando sobra tempo
A Palavra diz: "Lançando sobre ELE toda a vossa ansiedade porque ELE tem cuidado de vós".

3.2 - OS DISCÍPULOS DORMIRAM

JESUS retornou e encontrou Pedro e os dois filhos de Zebedeu adormecidos. 
Paulo quando ensinava sobre a ceia diz: "Há muitos fracos, doentes e muitos que dormem, não discernindo o corpo". 
A hora em que vivemos é uma hora de discernimento. Uma hora que precisa ser bem discernida.
É uma hora em que o conselho do ESPÍRlTO SANTO é: "colírio para que vejas". 
O óleo da candeia não pode acabar, porque senão ela vai apagar. É o preparo para a hora final.

Porisso, sempre as revelações estão fluindo, aflorando para nós como Obra e para nós individualmente.

A grande necessidade desta hora é orar, porque sem luz, sem a revelação nós podemos adormecer. Apagou a luz, vem o sono. Mas ao orar , (a luz se acende) vem a revelação.

E o convite, a convocação do SENHOR, para nós é este.  A SUA convocação é :
"Velai COMIGO" - "Velai pela minha Obra" - "Zelai por Ela" - "Vigiai"

Esta hora é uma hora séria. Por quê? 
A trombeta vai soar e só ouvirá quem estiver acordado.
Estes são os recursos do Espírito Santo para aquele que tem uma vida de oração.

4 - CONSOLO

Lucas acrescenta um detalhe nesta passagem:  -  REFRIGÉRIO
                                                                             -  CONSOLO
Ele diz que enquanto JESUS orava “...um anjo desceu do céu e confortava seu coração.”

A nossa experiência tem sido esta.  Louvado seja DEUS!
Às vezes o SENHOR nos diz: "Não vou passar o cálice, não vou tirar a prova, a luta", mas, nós levantamos confortadosNão por ELE falar assim mas, pelo REFRIGÉRIO que recebemos, pelo CONSOLO que ele nos dá pela fé que ele renova, pela alegria de sabermos que vamos ser provados mas, que ELE estará ao nosso lado.
ð a oração d  Paulo: “A minha graça te basta”
ð a experiência do pastor: “Agora estou bem, porque o Senhor está comigo na luta”.
ð experiência de Paulo no naufrágio.

4.1 - OS NOSSOS PEDIDOS
 - DO QUÊ PRECISAMOS?
-          Nós estamos precisando de muitas coisas. DEUS sabe disso.  ELE sabe principalmente que nós estamos precisando ser confortadosMuitos estão pedindo por um emprego, por uma condição financeira ou profissional melhor, ou por um veículo melhor.  Estão pedindo por muitas coisas mas, o que nós estamos precisando mesmo é de conforto do ESPÍRlTO SANTO. Como servos de DEUS, como Obra do ESPÍRlTO é este o consolo da parte do SENHOR para que cumpramos a vontade DELE para os nossos corações.

- ORAÇÃO EM NOSSO PRÓPRIO NOME?
-          Às vezes nós nos deparamos com alguns companheiros, com alguns obreiros: um obreiro aproxima-se de um pastor e diz: "Eu tenho sido fiel ao SENHOR.  Eu tenho buscado ao SENHOR.  Eu tenho atendido as orientações.  Eu não entendo porque estou nessa prova tão grande... mas, eu tenho orado...".Isso não sensibiliza o Senhor.
-          A resposta das nossas orações não está condicionada ao nosso desempenho (performance) como homens e como servos.  "Eu estou sendo fiel, eu estou atendendo... DEUS tinha que fazer assim para mim?  Por que assim para o SENHOR"?  Esta oração não é feita em Nome de JESUS e sim em nosso próprio nome.  Em nosso esforço próprio.

-          auto-suficiente X o dependente
-          o imerecedor X o merecedor

"SENHOR, eu não estou fazendo nada mais do que precisava fazer”.
"Aliás a TUA Palavra diz que quando o servo faz tudo o que precisa fazer ele é inútil! 
Mas eu te peço isso em nome de JESUS, em nome da Revelação, em nome do SALVADOR".

“Eu nada mereço, não sou digno, por amor a Jesus, se possível, se estiver dentro do teu projeto, se for bom para a Obra, eu quero, atende Senhor”.

4.3 - A ORAÇÃO FEITA DENTRO DO PROJETO DO PAI

Quando observamos as experiências dos homens de DEUS, a busca deles era sempre em função de seus próprios chamados.
Abraão (orava sempre no sentido da promessa do filho) - Jacó  (a bênção da primogenitura) - Davi - Paulo. Foram provados e nem por isso passaram necessidades.

O exemplo maior foi o do SENHOR JESUS, porque toda a SUA oração era dirigida para o projeto do PAI, para a vida DELE. ( Mc.  "ABA" - "MEU PAI" - denota intimidade ).



5 - FORTALECIMENTO

OS EFEITOS (resultados) DA ORAÇÃO:
A) - Há efeitos que são imediatos. ( e é isso que nos fortalece )

A Igreja fazia contínua intercessão por Pedro. - Houve um efeito imediato.
(A experiência da oração da irmã de Natal pela minha vida)
Outros não são imediatos: Ana orava e clamava por um filho.  O tempo passou, e na hora certa o SENHOR atendeu, porque aquela hora estava dentro do projeto do SENHOR.

B) - "A oração do justo pode muito em seus efeitos". ( Tg. 5:16 ). Nós precisamos aprender isso.
o caso de Jó, quando orou pelos seus amigos: o Senhor removeu o seu cativeiro)

Experiências:
-   Da revelação para orarmos por Chiquinho e os efeitos foram em nosso favor
-   Da irmã que estava no CTI e que passou a orar por todos os outros motivos e não mais por si mesma e, a partir desse dia, ela começou a melhorar e recebeu alta.

Quando estamos na disposição sincera de obedecer, ao SENHOR, de atender e
satisfazer-nos com a SUA vontade.  NÃO HÁ ORAÇÃO SEM RESPOSTA!

As orações estão sendo respondidas!

Muitos irmãos aqui poderiam dar muitos testemunhos dos sinais grandiosos e maravilhosos que DEUS tem realizado em nosso meio mas, É preciso velar.

6 - AMOR E VIDA

A GRANDE BÊNÇÃO DE VIDA QUE A ORAÇÃO DO SENHOR JESUS POR NÓS É QUE ELE MORREU POR NÓS. SUA ORAÇÃO NÃO TEVE RESPOSTA PARA ELE, MAS TEVE PARA NÓS
"NEM UMA HORA?" - Portanto, é preciso velar nesta hora.

"Então nem uma hora pudeste velar COMIGO?" Uma hora aqui não significa 60 minutos.  Esta hora é o tempo que o SENHOR nos chamou. É o momento profético que estamos vivendo no relógio de DEUS.

Neste momento profético, DEUS está contando só com os fiéis.  DEUS está contando conosco. ORAR NO CORPO é transmitir vida, ou seja: o amor: o Espírito Santo.

Não somos melhores que ninguém mas, ELE fez um convite para nós: como Obra, vamos mais adiante? vamos mais à frente? - velai COMIGO.  O SENHOR conta conosco, com cada um de nós para velar e zelar diante DELE.

A revelação é a esperança maravilhosa que está sendo passada e está ao alcance de cada um de nós.  Ao mesmo tempo, a hora é difícil, os apertos da vida, o cansaço, as dificuldades, as lutas, as provas.  "SENHOR eu vou descansar só um pouquinho, só um instante".  As forças estão se esgotando...”
VELAI COMIGO, é uma hora, a última hora, é um tempo. O ESPÍRlTO SANTO vai consolar.

A oração nos leva a uma maior compreensão dos planos do senhor. E preciso entender que o SENHOR nos fez um convite para termos um conhecimento melhor das coisas do reino mas, é preciso entender também que há uma grande necessidade da oração.

Orar no Corpo é transmitir vida, o amor, o Espírito Santo.
Orar de acordo com a Revelação: universitários, secundaristas,.......
O SENHOR não tem nenhuma novidade para nós, o que ELE tem é o conforto da SUA presença, é o renovo para nossas vidas, ( Pedro e os discípulos - Monte da Transfiguração - Monte - Jardim das Oliveiras. ) - A oração dos Grupos de Assistência.
ELE sabe que somos fracos.  ELE sabe que em alguns momentos no nosso caminho nós invertemos os valores: é porisso que a oração é importante.  Porque o homem que nesta hora está tendo uma vida de oração, o SENHOR está consertando as coisas na sua vida, o ESPÍRlTO SANTO está organizando os nossos pensamentos e nós temos provado do grande consolo, da grande benção que é a comunhão com o SENHOR.

A oração desta última hora deve conter:          - a fé  -  a comunhão – a gratidão. Quando contém isso, essa oração não se perde, mas opera e se aplica no Corpo onde o Senhor julgar necessário.


Que a Palavra do SENHOR conforte os nossos corações!

Nenhum comentário:

Postar um comentário